Capítulo 2
O decreto e o sonho do rei é interpretado por Daniel

 

Daniel, Hananias, Misael e Azarias tiveram seus nomes mudados em Babilônia respectivamente para Belssazar, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego. e foram então apresentados ao rei Nabucodonosor, que ficou impressionado com a sabedoria de Daniel e seus companheiros (Daniel 1:20), e passaram a assistir diante do rei, isto é, foram chamados a residirem na corte do rei a seu serviço.

A palavra do Senhor nos diz que no segundo ano do reinado do rei Nabucodonosor, este teve sonhos e seu espírito se perturbou perdendo o sono.

O rei então, mandou chamar os magos , astrólogos e feiticeiros para uma tarefa impossível, declararem o significado do seu sonho, mas também nada mais nada menos que o próprio sonho, obviamente ninguém seria capaz de resolver tamanha tarefa, pelo que Nabucodonosor mandou executar todos os sábios, inclusive Daniel e seus companheiros.

Porem ele sabiamente se faz introduzir na presença do rei e consegue um prazo para a interpretação do sonho. Daniel vai para casa expõe o caso a seus amigos e oram a noite toda para que o Senhor Deus revelasse o sonho e seu significado e maravilhosamente o Senhor revela o sonho e sua interpretação a Daniel; E disse Daniel ao rei, Seja Bendito o Nome do SENHOR para todo o sempre porque dele é a sabedoria e a força, é ELE que muda os tempos e as horas, remove reis e estabelece reis. ELE dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos, ELE revela o profundo e o escondido, conhece o que está em trevas e com ELE mora a luz, Daniel continua e relata ao rei, que o que o rei deseja, nem homem nem mago algum pode lhe dizer, mas há um Deus nos céus que revela o oculto e o escondido.

Daniel então revela o sonho do rei; "e viu diante dele uma grande e terrível estátua cuja cabela era de ouro fino, e seu peito e seus braços de prata, o seu ventre e as suas coxas de bronze, as suas pernas de ferro, seus pés parte em ferro e parte em barro, e continua Daniel, estava vendo isto, quando uma pedra foi cortada, sem auxílio de mãos, a qual feriu a estatua nos pés de ferro e de barro e os esmiuçou , então foram reduzidos a pó toda á estátua e a pedra fez-se um grande monte e encheu toda a terra (profecia sobre O SENHOR JESUS CRISTO e seu reino de justiça que vai reinar sobre toda a terra, aqui representado pela pedra cortada sem auxilio de mãos humanas, isto é o Próprio DEUS enviou SEU FILHO JESUS a Pedra angular ou pedra de esquina que sustenta toda a estrutura do edifício, que esmiúça toda a maldade do mundo que jaz no maligno visto no sonho do rei).

E continua tu ó rei é a cabeça de ouro, depois de ti se levantará outro reino inferior ao teu e um terceiro reino de bronze e um quarto reino que será forte como o ferro, que quebrará tudo; quanto aos pés que viste metade ferro e metade barro, isso será um reino dividido, será em parte forte e em parte frágil aqui temos a seqüência dos impérios decifrados no sonho pelo Profeta Daniel trata-se dos impérios de Babilônia, Medo Persa, Grécia e Roma.

Os impérios abrangidos são quatro e não cinco ou seis. O Império romano não capitulou diante de um quinto império, sua deterioração ocorreu ao longo de um extenso período e ele foi sendo abocanhado aos poucos pelas numerosas coalizões tribais que possuíam suficiente ambição para apropriar-se de uma porção.

Portanto França. Itália, Grã-Bretanhã, Alemanha e as demais nações da Europa contemporânea são o resultado, da fragmentação ocorrida ao longo do processo.

Como os dedos dos pés eram em parte ferro e em parte barro assim o reino será forte, e por outra será frágil. Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo misturar-se-ão mediante casamento mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro (Daniel 2;42 e 43).

A profecia é especifica ela deve ser entendida em seus próprios termos, ela não está dizendo que nenhum grupo de nações até o fim dos tempos seria capaz de unir-se com vistas a uma determinada ação comum, a profecia refere-se a "eles" isto é, ás nações divididas que substituíram o império romano, estas nunca mais se uniram politicamente sob um império único.
 


   Home    Estudos Bíblicos    Daniel na Babilônia    Cap. 1    Cap. 3    Cap. 4    Cap. 5    Cap. 6    Cap. 7    Cap. 8    Cap. 9    Cap. 10    Cap. 11    Cap. 12