Capítulo 12
Os últimos tempos, as palavras seladas

 

1:  Nesse tempo se levantará Miguel, o grande príncipe que protege os filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve , desde que houve nação até aquele tempo. Mas nesse tempo livrar-se-á teu povo, todo aquele que se achar escrito no livro.
Este breve capítulo pode dividir-se em duas partes:
a) anúncio da salvação dos judeus fiéis e da ressurreição de seus mortos(vv.1-4);
b) epílogo á revelação iniciada em 11,2 e  ao livro em geral, com a confirmação do que foi dito antes.

2: Muitos dos que dormem no pó da terra ressurgirão, uns para a vida eterna, e outros para a vergonha e o desprezo eterno. (Pó da terra: lugar  clássico para a ressurreição total  dos  mortos,  dos bons e dos maus).

3: Os que forem sábios resplandecerão como o fulgor do firmamento e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas sempre e eternamente.

4: Mas tu Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até o fim do tempo. Muitos correrão de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicará. (alusão ao progresso cientifico que a humanidade alcançou).

5: Então eu, Daniel, olhei, e vi dois outros um deste lado, á beira do rio, e o outro do outro lado, á beira do rio.

6: Um deles disse ao homem vestido de linho que estava  sobre as águas do rio: Quanto tempo haverá até o fim destas maravilhas? 

7: Ouvi o homem de linho, que estava sobre as águas do rio,quando levantou a mão direita e a mão esquerda ao céu, e jurou por aquele que vive eternamente que depois de um tempo, de tempos e metade de um tempo. E quando tiverem acabado de destruir  o poder do povo santo, todas estas coisas serão cumpridas. (Um tempo, dois tempos e metade de um tempo, alusão ao triênio da desolação do templo)

8: Eu ouvi mas não entendi. Por isso perguntei: Senhor meu,qual será o fim destas coisas?

9: Ele respondeu: Vai Daniel, porque estas palavras estão fechadas e seladas até o tempo do fim.

10: Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados,mas os ímpios procederão impiamente. Nenhum dos ímpios entenderá mas os sábios entenderão.

11: Desde o tempo em que o sacrifício continuo for tirado, e posta a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias. (dupla alusão tanto a vinda e reinado provisório do anti-cristo como o período de duração da profanação do templo de Jerusalém meados de 168 a.C. até o fim de 165 a.C. data em que foi purificado o templo por Judas Macabeus).

12: Bem aventurado o que espera e chega até mil trezentas e trinta e cinco dias.

13: Tu, porém, vai-te até que chegue o fim. Tu repousarás, e então no fim dos dias levantarás para receber a tua herança. (Daniel não viveria obviamente tempo suficiente para presenciar o cumprimento das profecias, morreu  e ressurgirá no tempo designado pelo Senhor).

Terminamos aqui o nosso estudo do extraordinário livro do profeta Daniel, um livro essencialmente profético, esperamos termos lançado uma luz de esclarecimento para aqueles, principalmente alunos e irmãos que estão se iniciando no estudo da Bíblia a Palavra do Senhor, durante os estudos procuramos por várias correntes de pensamentos nos comentários, não alterando o sentido original do livro, deixando assim que o leitor cristão tenha sua própria visão desse extraordinário livro, desejamos a todos bons estudos e lembramos que muitas das profecias estão acontecendo ou irão acontecer , até o próximo estudo e que o Senhor Deus abençoe a todos nós: finalizamos com um poema, um pensamento que expressou certa vez Martinho Lutero.

“Se confiássemos em nossas próprias forças

Todos nossos esforços se perderiam.

Não estivesse o Homem certo do nosso lado,

O próprio Homem escolhido por Deus.

Você pergunta quem será Ele?

Cristo Jesus, o nosso Senhor.”

 


   Home    Estudos Bíblicos    Daniel na Babilônia    Cap. 1    Cap. 2    Cap. 3    Cap. 4    Cap. 5    Cap. 6    Cap. 7    Cap. 8    Cap. 9    Cap. 10    Cap. 11