Capítulo 6 - A Igreja de Satanás
 
 

A Igreja de Satan (Church of Satan) foi a primeira organização religiosa abertamente satânica, fundada por Anton Szandor LaVey, entitulado pelos seus seguidores como "the Black Pope".

Grupos satanistas já existiam nos Estados Unidos e no Reino Unido em 1950, mas foi em 30 de abril de 1966 (ano satânico), quando LaVey anunciou a criação da Igreja, que foi reconhecida a primeira organização religiosa dedicada às filosofias satânicas. É provável que o nome Igreja de Satã tenha sido adotado como forma de causar impacto e chamar a atenção da imprensa, bem como a realização das Missas Satânicas, que eram paródias das missas cristãs e voltadas à sociedade de Hollywood.

Também há a crença de que, além da provocação, o nome tenha sido escolhido por representar o não-espiritual, a carne e também o homem deus (auto-realizado).

O Satanismo de LaVey é em sua essência uma filosofia humanista e anti-cristã, principalmente em relação à repressão sexual e ao sentimento de culpa cristão. Anton Szandor LaVey (1930 - 1997) fundou a Igreja de Satã no ano de 1966 em San Francisco, Califórnia, EUA.

Além de líder da primeira organização abertamente satânica da história, Anton Szandor LaVey também trabalhou como músico, fotógrafo forense, ocultista e domador de feras em circos. Gertrude Augusta Levey, esposa de Michael Joseph Levey, dá à luz um bebe de nome Howard Stanton Levey, mais tarde conhecido por Anton Szandor LaVey.

Pouco depois do seu nascimento, a família de Anton decide deixar Chicago e mudar-se para a baía de São Francisco. Quando criança, o jovem Anton adorava ler tudo o que tivesse a ver com o sobrenatural e o oculto - incluindo “Frankenstein” de Mary Shelly, “Dracula” de Bram Stocker, e a popular revista “Weird Tales”. O interesse de Anton pelo lado obscuro da vida foi ainda mais alimentado pela sua avó Cigana, Luba Koltan, que lhe contou histórias e superstições sobre vampiros e magia negra que aprendeu na sua terra natal, Transylvania.

 

 

Organização Igreja de Satã 

Organização

Igreja de Satã

Símbolos

Baphomet

História

Satanismo

Livros e Publicações

Bíblia Satânica

Rituais satânicos

Bruxaria satânica

Satã fala!

The Church of Satan

A vida secreta de um Satanista

Satanistas proeminentes

Anton LaVey

Blanche Barton

Peter H. Gilmore

Peggy Nadramia

Divindades símbolicas

Satã

Lúcifer

Belial

Leviatã

Conceitos

LaVey Synthesizer Clock

Revisionismo Pentagonal

Conceitos relacionados

Materialismo

Individualismo

Caminho da Mão Esquerda

Maioridade Moral

Satanismo

 

Declarações Satânicas

 (Bíblia Satânica)

 As nove declarações satânicas representariam uma espécie de credo satânico, e estão especificadas na Bíblia Satânica.

 São elas: 

1.      Satan representa indulgência, em vez de abstinência!

2.      Satan representa existência vital, em vez de fantasias espirituais!

3.      Satan representa sabedoria pura, em vez da auto-ilusão hipócrita!

4.      Satan representa bondade para quem a merece, em vez de amor desperdiçado a ingratos!

5.      Satan representa vingança, em vez de dar a outra face!

6.      Satan representa responsabilidade para o responsável, em vez de dedicação a vampiros espirituais!

7.      Satan representa o homem como um animal igual a qualquer outro, algumas vezes melhor, mas freqüentemente pior do que qualquer um que caminhe de quatro patas, porque em seu "divino desenvolvimento espiritual e intelectual", se tornou o animal mais cruel entre todos!

8.      Satan representa todos os denominados pecados, pois todos levam à gratificação física, mental ou emocional!

9.      Satan sempre foi o melhor amigo que a Igreja já teve, porque sem ele sua existência por todos esses anos não teria sido possível!

 

 

A Verdade

Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva!

Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações!

E tu dizias no teu coração:

Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte.

Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.

E contudo levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo.

Isaías 14 : 12 – 15

 

 

Tu eras o selo da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura.

Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônia, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados.

Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas.

Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti.

Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência, e pecaste; por isso te lancei, profanado, do monte de Deus, e te fiz perecer, ó querubim cobridor, do meio das pedras afogueadas.

Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor.

 Ezequiel 28: 14 -17

 

 

 

O adversário do povo de Deus sempre copiou tudo do Senhor, a igreja é uma cópia e as declarações são uma cópia dos dez mandamentos.

O diabo quer ser igual a Deus, o intento do inimigo era estar onde Jesus Cristo está, assentado a direita do Deus todo poderoso.

Ao Senhor Jesus toda Honra, Glória, Domínio, Louvor, Majestade, Riqueza, Adoração e Ações de Graça, pois só Ele é Digno.

Amém!

 


Home       Estudos Bíblicos       Batalha Espiritual       Capítulo 1       Capítulo 2       Capítulo 3       Capítulo 4       Capítulo 5       Capítulo 7       Capítulo 8